Lyric Video traz debate sobre suicídio

"Não podemos sentir a dor do outro e portanto não temos condições de julgar suas escolhas, por mais triste que elas sejam" >>>


Ontem (2), A Genomma lançou o Lyric Video da sua mais recente música, "Terra Sob Mim (Eu Sei)", porém o que pouca gente sabe é que o vídeo é uma clara demonstração de alguém se despedindo por meio de uma carta. "É uma mensagem que a gente quis passar sobre o assunto da maneira mais poética e honesta que conseguimos", explica Felipe Schadt, vocalista e compositor, além de ter sido o produtor do lyric video.


A banda aproveitou o dia 2 de novembro (dia de finados) para lançar o vídeo como uma forma de homenagear quem se foi e deixou saudade. Ele é dedicado aqueles que não puderam suportar a dor e não conseguiram se levantar da fase mais difícil da depressão.


Toda a estética do clipe fala sobre a dor dessas pessoas que sabiam o que precisavam fazer, mas que simplesmente não conseguiram e resolveram acabar com a dor abreviando a própria existência. "Não estamos sentimos a dor do outro e portanto não temos condições de julgar suas escolhas, por mais triste que elas sejam", comenta Schadt.


A Genomma acredita que o suicídio precisa ser debatido, mas não só do ponto de vista moral, mas do ponto de vista humano e principalmente do ponto de vista de quem escolhe esse caminho. "É esse debate que oferecemos com essa canção. Tentar entender a lado de quem se foi e acolher as pessoas que sofrem com isso diariamente", finaliza o vocalista.


A canção foi escrita e é dedicada à Cibele Schadt, prima de Felipe que cometeu suicídio há nove anos.


Para assistir o Lyric Video, clique aqui


#música #lyricveido #saudemental #suicidio #homenagem #diadefinados #Genomma #CRAEDU #MudarOMundo

Posts recentes

Ver tudo
Faixa.png