Genomma faz show em evento em prol do projeto Mata Ciliar, em Jundiaí

A apresentação foi realizada no Villa Pizza Bar e contou com a presença de mais quatro atrações >>>


"Pessoal, chamaram a gente para participar de um evento beneficente em prol da Mata Ciliar. A questão é que o evento é amanhã. Bóra?". Foi com essa mensagem que o baixista Thiago Foratori avisou a banda da apresentação que aconteceu ontem (31) no Villa Pizza Bar, em Jundiaí. O terceiro show da turnê CRAEDU (Como Reverter a Entropia do Universo), foi inesperado, porém tão impactante quando as duas apresentações anteriores.


Organizado pelo Coletivo Japy, Sociedade pela Mata Ciliar e Associação Mata Ciliar, o evento recebeu outras quatro atrações que fizeram shows durante todo o dia. Além da Genomma, o palco do Villa Pizza Bar recebeu Duestesia, Maria Eduarda, Jack Animal, e a dupla Octávio e Augusto. O valor dos ingressos e sas porções veganas vendidas no dia foi todo destinado a projetos de proteção à mata ciliar e o evento contou com a presença de mais de 100 pessoas.


Participação da Genomma


Mesmo com os mesmos elementos dos shows da turnê, como cenário e repertório, a banda encarou duas novidades para a apresentação: a falta do telão (já característico para o espetáculo da Genomma) e o retorno de Matheus Rapanha - baterista do grupo entre 2009 e 2019 -, assumindo a bateria do quarteto. "Mesmo com essas mudanças, foi um dos shows mais legais que já fizemos em todos esses quase 13 anos de banda", disse Felipe Schadt, vocalista e compositor da banda logo após o show.


Matheus já estava presente no dia-a-dia da Genomma como baterista backup, uma vez que, por conflitos de datas futuras, Fabi Bracco, não poderia continuar se apresentando com a banda nesse atual momento. "Nós chamamos o Matheus para dar uma força pra gente nesse momento, pois já tínhamos algumas datas fechadas, porém estávamos ensaiando para sua estreia que aconteceria apenas no show do dia 07 de agosto", explica Schadt. "Como nós já estávamos ensaiando com ele, pudemos aceitar o convite de última hora", completa o vocalista que enfatiza que o entrosamento de dez anos ajudou muito na readaptação do baterista.




Logo na abertura do show, o público já mostrou interesse pela banda. "O cenário de vocês, com as flores e as luzes... isso já chamou minha atenção, além dos bottons que vocês distribuíram", disse uma das pessoas na plateia após o fim do show. "O incrível foi ver as pessoas prestando atenção na letra e isso me fez pensar que elas realmente estavam absorvendo a nossa mensagem", disse Jeckson Fernandes, guitarrista.


Após encerrar o repertório e sob muitos aplausos e agradecimentos, o público queria mais e os pedidos de "mais um, mais um" foram inevitáveis. A Genomma voltou para o palco e tocou mais duas músicas extras. Uma foi a aclamada Muros de Jornais, single do álbum Além dos Muros de Jornais (primeiro disco da banda); não satisfeitos, a Genomma tocou, para delírio do público, uma versão do sucesso da Legião Urbana, Tempo Perdido.


O próximo show da Genomma será no próximo domingo, dia 07, no Festival Autoplay, que acontece no Dinossauro's Rock Bar (Avenida União dos Ferroviários, 6458, Vila Municipal - Jundiaí, SP), a partir das 16h e terá a participação das bandas Kill, Portinau e Resilienz. O ingresso custa R$10,00 e você pode comprar clicando aqui. A Genomma entra no palco às 18h.



#música #show #espetáculo #MataCiliar #jundiai #turne #VillaPizzaBar #Beneficente #Genomma #CRAEDU #MudarOMundo

Faixa.png